Abobrinha – CLÍNICA TRINUTRIX
Abobrinha recheada com cenoura e gengibre
junho 10, 2013
Suco de Melancia com Gengibre
junho 17, 2013

 

 

Benefícios: A abobrinha pertence á família Cucurbitaceae, assim como a melancia, o melão, o pepino e a moranga. É rico em vitaminas do complexo B que ajudam o sistema nervoso, memória, concentração e a raciocínio, ativa a circulação, melhora a digestão e ajuda a baixar os níveis de colesterol, pressão e glicose. A abobrinha também tem fósforo, cálcio e potássio, bons para fortalecer os dentes, ossos e articulações. Ela é muito rica em fibras e também contém ácido fólico, que ajuda a desenvolver o feto, sendo ótimo alimento para gestantes. Além disso, é um alimento que possui poucas calorias. Ao comprar abobrinha, escolha sempre as menores, pois elas são mais macias e saborosas. Leve as que tenham o cabinho, porque assim elas duram mais e nunca tire a casca do fruto.

Safra: Esses frutos estão disponíveis para consumo o ano inteiro, porém estão mais disponíveis e com preços mais acessíveis no período de julho e janeiro.

 Tipos: Menina, italiana, libanesa. As mais comuns são a italiana e a menina.

Recomendação: Prefira comprar somente a quantidade necessária para consumir logo, pois a abobrinha se estraga rapidamente, ficando murcha, com a casca sem brilho ou apodrecendo.

Como utilizar: Não há necessidade de descascar os frutos para utilizá-los. Os frutos são consumidos com as sementes quando estas estão bem pequenas e macias.

A abobrinha pode ser consumida refogada no óleo ou azeite, cozida em saladas frias, com suflê, frita à milanesa, recheada com outras hortaliças, queijo, ovos cozidos ou qualquer tipo de carne. Também pode ser usada como recheio de pratos assados tais como bolo, pizza e pastelões. Não há necessidade de cozinhar a abobrinha e excesso, pois ela fica mais saborosa e mais nutritiva quando mais consistente. Também não é preciso acrescentar muita água a não ser em sopas e caldos. Quando a abobrinha está bem nova e pequena, pode ser servida crua e ralada em salada ou com patês.

 Referências:

 CALBO, AG . Abóbora e moranga. Disponível em: http://www.cnph.embrapa.br/laborato/pos_colheita/abobora.htm

FERREIRA, MJF. Abóboras, morangas e abobrinhas: estratégias para coleta, conservação e uso. Net, Brasília, abr.2007. Artigos

 LANA, MM; SANTOS, FF; LUEGO, et al. Abóbora Madura.  Disponível em: http://www.cnph.embrapa.br/paginas/dicas_ao_consumidos/abobora_madura.htm.

VERONEZI, CM; JORGE, N. Aproveitamento de sementes de abóbora como fonte alimentar. Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais, Campina Grande, v.14, n.1, p.113-124, 2012.

Veja abaixo uma deliciosa receita saudável  de Abobrinha recheada com cenoura e gengibre

http://clinicatrinutrix.com.br/receitas/?p=482

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *