Reiki

Reiki Significa:

Energia Universal (Rei = Universal, Ki = energia)

Reiki é:

Reiki é uma terapia complementar, no âmbito das Terapias e Medicinas de Campo Bio Energético, na qual o Reiki está inserido segundo o conceito da NCCAM – National Center for Complementary and Alternative Medicine, que é uma Agência dos EUA, dedicada à explicação rigorosa sob o prisma da ciência, das Medicinas Complementares e Alternativas.

Esta terapia é realizada através de um toque suave ou a uma curta distância do corpo do paciente, seguindo um rigoroso código de ética, sendo transmitida a “Energia Universal” (Reiki) para as zonas mais necessitadas da pessoa.

Esta é uma terapia complementar, ou seja, trabalha em conjunto com todas as Medicinas e outras Terapias, nunca invalidando ou substituindo qualquer uma delas.

• Um que permitem revitalizar, equilibrar e auxiliar a pessoa no seu processo de cura;
• É possível de utilizar em qualquer lugar, altura ou situação;
• É uma Terapia Complementar, não realiza diagnóstico,
• Não é equiparada às Bio Medicinas ou Medicinas Tradicionais;
• Não exclui as outras medicinas ou terapêuticas, antes pelo contrário, pode ampliar a sua eficácia;
• Enquanto prática tem técnicas de auto-ajuda com vista ao crescimento pessoal, além da possibilidade de auto-tratamento.

Para compreendermos o que é o Reiki, temos que compreender que tudo é energia, o Reiki tem uma perspectiva holística sobre o Homem e a realidade que o rodeia e na qual está inserido.

Reiki é uma terapia complementar e integrativa, onde se depreende que um tratamento é realizado através de uma técnica de contacto leve ou, ou mesmo sem contacto, do local afectado no corpo ou seguindo um processo de tratamento que visa a aplicação em várias partes do corpo, sempre respeitando a integridade do utente. Esta técnica visa realinhar o fluxo de energia vital, trazendo o equilíbrio energético ao corpo e uma sensação de bem-estar geral, conforme é ilustrado pela GALE ENCYCLOPEDIA OF ALTERNATIVE MEDICINE.

Reiki é também uma terapia profilática, levando o praticante ou o utente a encontrar o seu equilíbrio vital, auxiliando-o a reagir melhor às condições propícias à doença e é, também, um excelente suporte para cuidados paliativos. O Reiki tem vindo a ser integrado em vários hospitais no Brasil, Estados Unidos, Reino Unido e Espanha, como uma terapêutica complementar. No Hospital de Hartford, o Reiki é definido como uma técnica japonesa de para redução de stress e relaxamento, que compreende que tudo no Universo é feito de energia e que a mesma flui à nossa volta e dentro de nós.

O Programa de Voluntários de Reiki do HOSPITAL de HARTFORD recebeu as honras do prémio “ASDVS Extraordinary Program”. Em Portugal, foi realizado um estudo de 2 anos, no Hospital São João do Porto, a utentes oncológicos, pela Enfermeira e mestre de Reiki Zilda Alarcão.

Pressupostos da Terapia Complementar Reiki

A terapia Reiki tem uma perspectiva holística, olha para o homem como um todo, com dimensões físicas, emocionais, mentais e energéticas. Sabemos que o contato das mãos do terapeuta ou a sua proximidade propiciam alterações nessas diferentes dimensões, algo que pode ser lido nos estudos realizados pelo Prof. Ricardo Julião Monezi, da Universidade Federal de São Paulo e pelo Prof. Ricardo Rodrigues Garé, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo.

Como funciona o Reiki

O Reiki por si não cura. O efeito do Reiki é o de aumentar a capacidade autocurativa do paciente. Tal pode ocorrer nas seguintes formas:

• Produzindo um profundo estado de relaxação que pode aliviar o stress que sofre, como consequência da sua enfermidade
• Aumentar as defesas do corpo de modo a que ajude a superar, por exemplo, uma infecção, estimulando o seu sistema imunológico
• Aliviar estados de depressão e cansaço
• Eliminar ou reduzir os efeitos secundários de fármacos, sobretudo da quimioterapia
• Potencia o efeito benéfico dos fármacos quando um paciente não está a responder ao tratamento
• Acelerar a eliminação de toxinas da anestesia e fármacos
• Reduzir a ansiedade antes de uma intervenção cirurgica ou química
• Aumentar a sua capacidade de recuperação depois de uma intervenção

Como se aplica um tratamento de Reiki

• Pode ser aplicado ao paciente estando ele sentado ou deitado, sempre com a roupa vestida
• O praticante passa as suas mãos sobre o paciente em determinadas posições, sem exercer pressão ou manipulação de algum tipo
• O praticante pode pousar as suas mãos em pontos que o paciente peça, caso tenha dores mas seguindo um rigoroso código de ética
• As sessões podem durar entre 30 minutos e 1 hora e meia, dependendo das necessidades do paciente.

O que são Medicinas Alternativas e Complementares

Segundo a NCCAM, as MAC (Medicinas Alternativas e Complementares) são um grupo de diversos sistemas de cuidados médicos e de saúde, práticas e produtos que não são geralmente considerados parte da medicina. A medicina convencional (também chamado de ocidental ou medicina alopática) é a medicina praticada por profissionais academicamente credenciados tais como Médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, nutricionistas entre outros. As fronteiras entre as MAC e medicina convencional não são absolutas e podem ter uma aceitação e disponibilidade por parte do público, em tempos futuros.
Algumas práticas MAC envolvem a manipulação de vários campos de energia no sentido de alterar o estado de saúde da pessoa. Os domínios destes campos podem ser caracterizados como ”verdadeiros” (mensuráveis) ou “putativos” (ainda a serem medidos). Práticas baseadas em formas verdadeiras de energia incluem os campos. As práticas baseadas em campos de energia putativo (também chamados biocampos) geralmente refletem o conceito de que os seres humanos são infundidos com formas subtis de energia. Algumas dessas práticas é o Reiki.

REFERÊNCIAS:

Associação Portuguesa de Reiki Monte Kurama
Onehttps://www.associacaoportuguesadereiki.com/o-que-e-reiki/