Abóbora – CLÍNICA TRINUTRIX
Purê de abóbora
junho 3, 2013
Abobrinha recheada com cenoura e gengibre
junho 10, 2013

Benefícios: A abóbora é originária da América, sendo parte da base da alimentação das civilizações Asteca, Inca e Maia. Pertence á família Cucurbitácea, a mesma da melancia, do melão, do chuchu e do pepino.

A abóbora é um fruto rico em vitamina A e em carotenóides. Também fornece vitaminas do complexo B, cálcio e fósforo. Tem poucas calorias e é de fácil digestão. 100 gramas do fruto têm em média de 10 a 48 Kcal apenas, dependendo do tipo.

As fibras da abóbora contêm bioflavonóides, bloqueadores dos receptores de hormônios estimulantes do câncer, e esteróis que são transformados em vitamina D no organismo, estimulando a diferenciação celular.

As sementes de abóbora também podem ser consumidas. Elas são muito saborosas e ricas em nutrientes, tais como proteínas, lipídeos e fibras. São ricas em ácidos graxos mono e poli-insaturados e vitaminas. E o complexo B, além de terem baixos teores de açucares livres e amido , grande quantidades de minerais. Como magnésio, potássio, e ferro. Elas podem ser consumidas torradas, pode ser feita farinha ou extraído o óleo. Quando torradas, podem ser uma ótima opção de aperitivo. Lave bem as sementes, seque-as em um pano limpo ou papel absorvente, tempere com um pouco de sal e leve ao forno quente por cerca de 40 minutos. Mexa de vez em quando para que fiquem torradas por igual.

A sua farinha pode ser utilizada no preparo de pães e bolos. É só triturar as sementes no liquidificador. Além disso, a farinha da semente, quando acrescida de um pouco de açúcar mascavo ou mel, obtém-se uma farinha levemente doce que poderá ser consumida como paçoca ou usada em bolos, recheios, coberturas e vitaminas.

Estudos relatam que a farinha pura de sementes de abóbora também pode ser usada como um poderoso vermífugo natural. Assim, para quem a consome com freqüência, há um tratamento profilático, principalmente em crianças.

Tipos: No Brasil existe uma grande variedade de tipos de abóboras, que diferem no formato, tamanho, cor da casca, cor da polpa, firmeza, teor de amido e capacidade de armazenamento e sabor.

As abóboras mais facilmente encontradas são a abóbora moranga, a seca, Baianinha e a abóbora japonesa ou Kabotiá (fruto com gomos, como a moranga, mais de casca verde-escura). Além da abobrinha-menina e a italiana.

 Safra: Esses frutos estão disponíveis para consumo o ano inteiro, porém existem épocas do ano que elas estão mais disponíveis e com preços mais acessíveis como dezembro/janeiro e julho/agosto.

Como Utilizar:

 A abóbora é uma hortaliça muito versátil, seja qual for o tipo, esse fruto pode ser consumido de várias formas, como saladas (tanto o fruto, quanto a casca), cozidos, assados, refogados, curau, purê, sopas, pães, bolos, pudins e doces.

Para fazer doces em pasta, em calda, ou cristalizado, dê preferência á abóbora seca (de frutos grandes). Para pudins e curau, tanto a seca quanto a japonesa ou a baianinha podem ser utilizadas. Para pratos salgados, a abóbora japonesa é a mais indicada por ter a poupa mais enxuta.

Temperos que combinam com a abóbora: sal, cebola, açúcar, alho, pimenta, noz moscada, canela e gengibre.

Veja abaixo uma deliciosa receita saudável de Purê de abóbora

http://clinicatrinutrix.com.br/receitas/?p=466

 

 

Referências:

CALBO, AG. Abóbora e moranga. Disponível em: http://www.cnph.embrapa.br/laborato/pos_colheita/abobora.htm.

FERREIRA, MAJF. Abóboras,morangas e abobrinhas: estratégias para coleta, conservação e uso. Net, Brasília, abr.2007.  Artigos.  Disponível em:

http://www.embrapa.br/embrapa/imprensa/artigos/2007/artigo.20070410.7554499366.

 

LANA, MM; SANTOS, FF; LUEGO, et al. Abóbora Madura . Disponível em: http://www.cnph.embrapa.br/paginas/dicas_ao_consumidor/abobora_madura.htm.

 

VERONEZI, CM; JORGE, N. Aproveitamento de sementes de abóbora como fonte alimentar. Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais, Campina Grande, v.14, n 1, p.113-124, 2012.

× Como posso te ajudar?